A angolana Irene Alexandra e o brasileiro Gilvan Müller, novos membros da Academia Galega da Língua Portuguesa

A tomada de posse decorrerá este sábado na Casa da Língua Comum, em Compostela.

 

Irene Alexandra da Silva NetoIrene Alexandra da Silva Neto

 

A.V.

 

A angolana Irene Alexandra Neto e o brasileiro Gilvan Müller de Oliveira tomarão este sábado posse como académicos correspondentes da AGLP, a Academia Galega da Língua Portuguesa. O ato decorrerá na Casa da Língua Comum, sita em Compostela.

Irene Alexandra da Silva Neto (1961) preside o Conselho de Administração da Fundação Dr. António Agostinho Neto e é deputada da Assembleia Nacional de Angola, na que preside a 7ª Comissão de Saúde, Família, Juventude e Desportos, Antigos Combatentes e Ação Social. De 2005 a 2007 foi Vice-Ministra das Relações Exteriores da República de Angola para a Cooperação, sendo a primeira mulher angolana a exercer esse cargo. É membro do Comité Central do MPLA e do Júri do Prémio Internacional de Investigação Histórica “Agostinho Neto”.

Licenciada em Medicina e Mestre em Oftalmologia. Em 1998 publicou a obra Angola, à flor da pele (Luanda: Instituto Nacional do Livro e do Disco), tendo contribuído diversos textos para obras coletivas.

Gilvan Müller de Oliveira é professor adjunto no Departamento de Língua e Literatura Vernáculas da Universidade Federal de Santa Catarina e Secretário Executivo Adjunto da MAAYA – Rede Mundial de Multilinguismo, com sede em Paris. Entre 2010 e 2014 respondeu pela Direção Executiva do Instituto Internacional da Língua Portuguesa (IILP), da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), situado em Cabo Verde. À frente dessa instituição promoveu o desenvolvimento do Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa (VOC) e do Portal do Professor de Português Língua Estrangeira/Língua Não Materna, entre outras iniciativas. Fruto desse trabalho intenso, em 2014 recebeu o Prêmio Personalidade Lusófona do Ano do Movimento Internacional Lusófono (MIL) e em 2015 o Prémio Meendinho, da Fundação Meendinho, por serviços prestados à Língua Portuguesa e à Galiza.

 

A.V.

 

 

 

Source: http://www.sermosgaliza.gal

 

Sermos Galiza (Portugal)

Commentaires